terça-feira, 19 de maio de 2009

Novela aborda crise mundial e anorexia alcoólica

Próxima novela das oito da Globo, “Viver a Vida” tratará de dois temas atualíssimos: a crise financeira mundial e a anorexia alcoólica em mulheres jovens. Também chamada de “drunkorexia”, essa anorexia é o hábito de substituir alimentos por bebidas, com controle de calorias, o que pode levar ao alcoolismo. Na história de Manoel Carlos, a crise mundial será o pano de fundo dos acontecimentos folhetinescos. O autor pretende retratar a crise em seu início e auge, uma vez que a trama se passará entre 2008 e 2009.
Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, já a “drunkorexia” será o drama da personagem Renata, ainda sem intérprete. “Ela é uma jovem que vive deprimida por não conseguir se realizar profissionalmente. Quer ser modelo, atriz, qualquer coisa que a projete socialmente. Com isso, começa a beber muito. Quando o namorado acaba com o namoro, ela afunda”, conta Manoel Carlos, o Maneco. Tanto crise quanto anorexia alcoólica serão merchandising social. Os personagens buscarão a superação.
“O número de mulheres dependentes de álcool está subindo de maneira alarmante, aproximando-se do de homens”, diz Maneco. “O tratamento é terapia e, em casos extremos, internação. Ainda não tenho certeza de como vou encaminhar o assunto até o final da novela, mas quero dar o alarme, mais uma vez, sobre os perigos do álcool, principalmente entre jovens.”
“Viver a Vida” será protagonizada por Taís Araújo. Ela viverá uma modelo internacional que se casa com um homem 30 anos mais velho (José Mayer) e, aos poucos, vai deixando a carreira. Numa viagem à Jordânia, alguns acontecimentos mudarão suas vidas.

Acompanhe no site Brinco TV. Estarei de olho para postar mais tarde quando a novela estiver no ar.
Beijocas.

3 comentários:

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Estou ansiosa pra ver essa novela, acho que vai ser interessante.
Bjobjo

Carminha disse...

Oi Celina! Obrigada pelo comentário.
Também aguardo a estréia. Gosto muito dos temas de Manoel Carlos.
Bjs.

brasildobem disse...

Que bom que as novelas, atualmente, estão se preocupando com temáticas de cunho social e de saúde. Não conhecia sobre essa nova síndrome, é bom aprender com vc.
Bjs.
Janeisa